Competições realizadas nos dois primeiros finais de semana de abril ajudaram a reaquecer a economia local após as enchentes de fevereiro e março no município

Arena lotada
Arena lotada durante a Copa do Mundo (Crédito: César Delong)

A cidade de Petrópolis/RJ foi sede no início do mês de abril de duas competições de mountain bike, ambas que foram muito além das disputas realizadas dentro da pista do São José Bike Club, no distrito de Itaipava. Entre 1º e 3 de abril, com a Copa Internacional Michelin de Mountain, e entre 7 e 10, com a Copa do Mundo Mercedes-Benz de Mountain Bike, o município teve um forte impacto em sua economia, principalmente por meio do turismo, com cerca de 50 milhões de reais movimentados no período, quando a região recebeu ciclistas, membros de equipes e torcedores vindos de todo o Brasil, além de mais de 30 países das Américas, Europa, África e Oceania.

A ocupação da rede hoteleira dos distritos ficou em 100% tanto para a CIMTB Michelin, quanto para a Copa do Mundo Mercedes-Benz de MTB. No primeiro fim de semana, foram cerca de 30 mil pessoas visitando o evento nos três dias. Já no fim de semana seguinte, mais de 60 mil pessoas passaram pelo evento nos quatro dias, sendo mais de mil deles estrangeiros. Também houve um aumento significativo no aluguel de imóveis por meio de aplicativos em ambos os finais de semana.

“A economia petropolitana passa muito pelo turismo e eventos desse porte são importantes para a nossa cidade. Gera renda, emprego e traz visibilidade para o município, que passa por um momento de crise. Agradeço a todos que acreditaram em Petrópolis e principalmente aos voluntários que nos ajudaram muito. Vamos sair muito mais fortes disso tudo”, comentou o prefeito Rubens Bomtempo.

Cerimônia de Premiação
Público lota área da cerimônia de premiação (Crédito Fabio Piva / Red Bull Content Pool)

O balanço de ambos os eventos foi tema da Comissão de Organização e Monitoramento de Eventos, após a realização das disputas, na Casa dos Conselhos, no Centro da Cidade. “Neste momento que estamos passando, a realização dos eventos foram muito positivas, principalmente para o turismo, que é um dos carros chefes da nossa economia”, comentou a secretária de Turismo, Silvia Guedon.

Na  CIMTB Michelin e na Copa do Mundo Mercedes-Benz de MTB, mais de 100 empresas petropolitanas estiveram envolvidas no evento, como fornecedoras nas mais diversas áreas. “O evento promoveu a nossa cidade para o mundo todo, elevou a economia, movimentou o comércio e hotéis, além de gerar empregos”, comemorou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Soares.

Os resultados dentro das pistas na CIMTB Michelin
Na Copa Internacional Michelin de Mountain Bike, cerca de 40 disputas distintas foram realizadas. O destaque principal ficou para o Short Track (XCC), vencido no sábado (2) pela norte-americana Kate Courtney e pelo suíço Thomas Litchser. No Cross Country Olímpico, realizado no domingo (3), foi a vez da campeã olímpica, a suíça Jolanda Neff, e do atual campeão mundial sub-23, o chileno Martin Vidaurre, darem um show na pista, e levarem o título da competição principal. Todos os campeões das demais disputas e demais resultados, estão disponíveis em: https://cimtb.com.br/a-copa/resultados/resultados-2022/.

Os resultados da Copa do Mundo
Já na Copa do Mundo Mercedes-Benz de MTB, oito títulos estiveram em disputa durante a realização da competição. O primeiro foi o do Short Track, vencido pela francesa Pauline Prevot e pelo sul-africano Alan Hatherly na sexta-feira (8). No sábado (9), Argentina e Brasil levaram a melhor na UCI Junior Series, com as vitórias de Julieta Benedetti e Eiki Leôncio, respectivamente, na primeira prova de Cross Country Olímpico da competição.

Ainda no sábado, foram realizadas as disputas feminina e masculina da sub-23, um ótimo aquecimento para a prova do dia seguinte. Os vencedores foram Line Burquier, da França, e Martin Vidaurre, do Chile. Por fim, no tão aguardado XCO para as elites feminina e masculina, triunfos da australiana Rebecca McConnell, em sua primeira vitória em uma etapa da competição internacional, e do suíço Nino Schurter, que garantiu seu 33º triunfo na competição, igualando-se ao maior vencedor do evento em todos os tempo, o francês Julien Absalon.

Balanço da organização
Se para quem assistiu na televisão ou então in loco, a sensação foi de que o evento havia sido um verdadeiro sucesso e de que os sorrisos de alegria não eram à toa, por naqueles dias estarem vivendo um momento histórico no ciclismo mundial, pelo lado da organização não foi diferente. Entre todos que fizeram parte da equipe que organizou ambos os eventos, seja em qualquer uma das diversas áreas, o sentimento de terem participado de competições bem sucedidas era algo uníssono.

“Tivemos dois finais de semana espetaculares. Cerca de 1 mil pessoas trabalharam duro para que tudo acontecesse com a maior segurança, tranquilidade e qualidade. Entregamos um dos maiores eventos do mundo de forma diferenciada e, quem esteve presente, saiu com uma experiência inesquecível, que era o nosso objetivo. Foi um enorme desafio receber quase 100 mil pessoas em 15 dias de atividades intensas. Estamos com sentimento de dever cumprido e aguardando ansiosos a confirmação da Copa do Mundo Mercedes-Benz de Mountain BIke para os próximos anos. Agora que conseguimos trazer (a Copa do Mundo), nosso objetivo é não deixar sair daqui do Brasil nunca mais”, comemorou Rogério Bernardes, organizador de ambos os eventos.

Feira com mais de 70 expositores
A estrutura gigantesca do evento permitiu que a organização da CIMTB Michelin e da Copa do Mundo Mercedes-Benz de Mountain Bike, realizasse ao lado de uma gigante do mundo de feiras e exposições, a NürnbergMesse Brasil, uma feira dentro de ambos eventos, com mais de 70 empresas expositoras. Motivo de orgulho para todos que estiveram envolvidos na realização de ambos os eventos.

“Ficamos muito felizes em contribuir no fomento da indústria da bicicleta, participando de dois eventos dessa magnitude. Felizes em poder apoiar todos os expositores, marcas e também os times que ali estiveram. Trabalhar com a equipe da CIMTB Michelin foi um orgulho para nós da  NürnbergMesse Brasil. Pudemos aprender com eles, em como atender a comunidade da bike da melhor forma”, destacou Diego Nicolau de Carvalho, vice-presidente da NürnbergMesse Brasil.

CIMTB Michelin
A organização da CIMTB Michelin realizou sua primeira prova em 1996. Desde então, vem inovando e contribuindo ativamente para o crescimento e fortalecimento do mountain bike e o mercado de bicicletas no Brasil. Contando pontos para o ranking mundial da União Ciclística Internacional (UCI) desde 2004, a CIMTB Michelin tem sido seletiva para os Jogos Olímpicos nos ciclos de Pequim 2008, Londres 2012, Rio 2016 e Tóquio 2020. Em 2022, a CIMTB Michelin aumentará ainda mais sua relevância internacional, com a realização da etapa de abertura da Copa do Mundo Mercedes-Benz de Mountain Bike 2022, em Petrópolis. Além disso, foi responsável pela construção da pista de mountain bike dos Jogos Olímpicos Rio 2016, considerada uma das melhores da história dos Jogos desde 1996, primeiro ano do MTB em Olimpíadas.

Mais informações sobre a CIMTB Michelin:
Site: https://www.cimtb.com.br
Instagram: http://www.instagram.com/cimtb
Facebook: http://www.facebook.com/cimtb/

Mais informações sobre a Copa do Mundo Mercedes-Benz de MTB:
Site: https://www.mtbwc.com.br

Assessoria de Imprensa:
Gustavo Coelho
press@cimtb.com.br

About the author : Gustavo Coelho

Subscribe to newsletter

Insider offers & flash sales in your inbox every week.

Thank you for your message. It has been sent.
There was an error trying to send your message. Please try again later.

Latest videos

Join our mailing list today

Insider offers & flash sales in your inbox every week.

Thank you for your message. It has been sent.
There was an error trying to send your message. Please try again later.

Curabitur non nulla sit amet nisl tempus convallis quis ac lectus dolor sit amet, consectetur adipiscing elit sed porttitor lectus.